PÁGINA INICIAL DICIONÁRIO          LITERATURA           QUEM SOMOS    100 ERROS               SIMULADOS

 Gíria  é um fenômeno especial usado em uma classe ou até em uma profissão, para indicar outras palavras formais da língua com o objetivo de fazer
um segredo, um ato cômico ou criar um grupo com seu próprio 
dialeto.

É empregada por jovens e adultos de diferentes classes sociais, e observa-se que seu uso cresce entre os meios de comunicação de massa.

Aqui vai algumas gírias, claro que muitas delas já caíram em desuso.

  
GÍRIAS DA DÉCADA DE 60 E 70

Bicho: Sujeito. Forma amigável de chamar uma pessoa sem pronunciar seu nome.
Boko-Moko: Assim era chamada a pessoa que não sabia se comportar em um determinado círculo social, seja no modo de falar ou na forma de se vestir.
Broto: Essa é do tempo da Jovem Guarda e significava “moça adolescente”.
Bulhufas (ou lhufas): Não entendo bulhufas, ou simplesmente, não entendo “nada”.
Cafona: Deselegante ou algo fora de moda.
Canastrão: Mau ator.
Carango: Carro.
Careta: Conservador.
Coroa: Pessoa idosa ou mais velha. Patriarca.
Cricri: Chato ou irritante.
Discoteca: Casa noturna.
Gaita: Dinheiro.
Garota de Fechar o Comércio: Garota lindíssima.
Grilo ou Grilado: Preocupação ou preocupado. 
Lelé da Cuca: Louco ou inconsequente.
Lero-Lero: Enrolação. 
Mora?: Entende?
Na Crista da Onda: Em pleno sucesso.
Pão: Homem bonito.
Papo-Firme: Pessoa que cumpre com o combinado.
Plá: Conversa.
Prafrentex: Avançado.
Quadrado: Conservador.
Tá Russo: Está ruim ou de difícil solução.
Tremendão: Rapaz bonito. 
Uma brasa: Ótimo, muito bom 
Xuxu Beleza: Tudo certo.

 GÍRIAS DA DÉCADA DE 80 E 90

Animal: Ação radical ou surpreendente.
Antenado: Pessoa atualizada. 
Arrasar: Fazer sucesso em algo.
Azarar: Flertar.
Baba-Ovo (ou Baba-Egg): Bajulador ou puxa-saco.
Brega: Fora de moda. 
Cara: Sujeito. 
Caramba: Expressão de espanto. 
Caroço: Pessoa chata, enjoada.
Chaveco: Cantada, paquera. 
Chocante: Muito bom, surpreendente.
Cola no Meu Mocó: Vá a minha casa. 
Danceteria: Casa noturna.
Dar um Tapa: Fumar um cigarro de maconha.
Deprê: Acrônimo de depressivo. 
Detonar: Livrar-se de uma tarefa ou pessoa. 
É Ruim, Hein!: Mesmo que "tô fora!", "eu, hein!" ou "de jeito nenhum".
É Rod (ou É Rodney!): É ruim.
Ficar: Envolvimento afetivo sem compromisso por apenas algumas horas ou noite. 
Ficar de Rolo: Envolver-se com uma pessoa por algumas vezes sem exigir fidelidade. 
Fichinha: Facílimo. 
Fliper: Fliperama, casa de jogos eletrônicos. 
Gente Fina: Pessoa agradável ou confiável.
Lok: Atributo que define um sujeito que comete erros estúpidos.
Mauricinho: Sujeito arrumadinho e endinheirado, que sempre traja roupas de grife. 
Numa Nice: Ficar numa boa.
Patricinha: Versão feminina da gíria "Mauricinho". 
Playboy: Rico mimado. 
Plínio: Sujeito mais abonado que o "Mauricinho". 
Queimar o Chão: Ir embora. 
Queimar o Filme: Passar-se por ridículo em uma determinada situação. Perder uma boa oportunidade ou deixar de cumprir um compromisso. 
Roubada: Acontecimento ruim e imprevisível. 
Trampar: Trabalhar. 
Trampo: Local de trabalho. 
Valeu: Obrigado.
Zerar a Máquina: Finalizar os objetivos de uma máquina de fliperama. 
Zuar: Bagunçar. 

GÍRIAS MARGINAIS OU RELACIONADAS AO CRIME

Bobo: Relógio de Pulso
Busão: Ônibus coletivo.
Cagueta (ou Alcagueta): Delator. Quem denuncia algo ou alguém para obter vantagem. 
Chave de Cadeia: Situação ilegal arriscada ou algo ilegal arriscado. 
Coxinha: Policial Militar. 
Doutor (ou Doutô): Advogado ou pessoa com formação superior.
É fria: Situação perigosa.
Lupa: Óculos. 
Mandar Um Verbo: Pronunciar-se sobre algo. 
Mano: Parceiro em algo, amigo ou irmão. 
Mili Duk: Há muito tempo. 
Mina: Mulher.
Muquiar: Esconder.
Pisante: Tênis ou calçado. 
Tá Embaçado: Está complicado ou de difícil solução. 
Tira: Investigador ou Policial Civil. 
Três-Oitão (ou 38): Arma de fogo. 
Treze (ou 13): Sujeito louco ou maluco. 
Truta: Pessoa de confiança. Amigo verdadeiro. 
Um-Sete-Um (ou 171): Estelionatário.
Vacilão: Sujeito que comete erros grosseiros.
Vinte-e-Quatro (ou 24): Homossexual ou homoafetivo.

GÍRIAS HOMOAFETIVAS

Amapô: Mulher.
Babado: Novidade. 
Babado Forte: Novidade reveladora ou importante. 
Barbie: Homossexual hipertrofiado. 
Bichinha Pão-com-Ovo: Gay pobre ou com atitude medíocre. 
Bofe: Homem másculo. 
Coturninho: Lésbica com atitude masculina. 
Dar a Elza: Furtar. 
Dar o Truque: Enganar. 
Desaquenda: Esquecer algo ou afastar-se e algo. 
Entendido (a): Um suposto gay não assumido. 
Naja: Fofoqueiro ou pessoa que não inspira confiança. 
Pochete: Lésbica com mau gosto para se vestir. 
Quebrar a Louça: Relação sexual entre mulheres. 
Ratoburguer: Sujeito com mau hálito. 
Sair do Armário: Assumir a homossexualidade para a sociedade.
Sandalinha: Lésbica delicada e feminina. 
Serginho: Homossexual inocente ou sonhador. 
Tombado: Sujeito em situação desfavorável. 
Urso (ou Ursinho): Homossexual peludo e acima do peso. 

GÍRIAS DE SKATISTAS

 Baba-Egg: Pessoa muito bajuladora. 
Chupar Uma Manguita: Se dar mal, cair do skate. 
É Novas: Todo mundo já sabe. 
Gralha: Skatista ruim. 
Madonna: Manobra radical. 
Morcegar: Andar de skate à noite. 
Pleiba: Rico que anda de skate. 
Radical: Ação extrema, que causa boa ou má impressão. 
Tá na Hands: Está tudo certo, sob controle. 
Tem jeito?: Tudo bem? 

GÍRIAS DE SURFISTAS

Arrebentar: Se sair muito bem em algo. 
Bacalhau: Mulher feia. 
Brother (ou Brou): Camarada, colega. 
Chutar o Pau da Barraca: Bagunçar tudo de uma vez. 
Clean: Mar agitado, mas sem vento. 
Crowd: Lugar lotado de pessoas. 
Estar no Rip: Estar em forma. 
Flat: Mar sem ondas.
Fubanga: Mulher feia. 
Grommett: Surfista novo, com faixa-etária entre 10 a 12 anos de idade. 
Kaô: Conversa mentirosa ou exagerada. 
Larica: Fome ou comida rápida. 
Maroleiro: Surfista que gosta de ondas pequenas. 
Merreca: Onda pequena ou marola. 
Morra: Onda grande. 
Morte Horrível: Cair da prancha e ser engolido pela onda. 
Pagar Mico: Fazer besteira ou passar vergonha. 
Paneleiro: Surfista ruim. 
Pipocar: Ficar com medo de uma onda grande e com isso retirar-se do mar. 
Storm: Mar agitado, com vento. 
Tomar Um Caldo: Ser coberto por uma onda. 

GÍRIAS DE AUTOMOBILISMO

Barbeiro: Péssimo motorista. 
Domingueiro: Motorista neófito que apenas conduz seu veículo nos finais de semana. 
Farol: Semáforo.
Fina: Quando um veículo passa rente ao outro. 
Maria Gasolina: Mulher interesseira. 
Pé-de-Chumbo: Sujeito que conduz seu veículo em velocidade alta. 
Roda Presa: Motorista que dirige vagarosamente. 

 GÍRIAS DO FUTEBOL

Banheira: Jogador que tem por hábito ficar na área do gol do adversário, estando sempre em impedimento. 
Cartola: Dirigente de clube. 
Dar de Bico: Chutar com a ponta do pé. 
Firula: Jogada desnecessária com intuito de humilhar o adversário. 
Fominha: Sujeito que não passa a bola.
Frango: Bola facilmente defensável, mas que entra no gol. 
Frangueiro: Goleiro que tem o hábito de deixar escapar bolas facilmente defensáveis. 
Jogar de Salto Alto: Empenhar-se pouco. Fazer o mínimo para o time em detrimento de um baixo salário. 
Maria Chuteira: Mulher interesseira que procura envolvimento com jogadores profissionais.


GÍRIAS DE ACADEMIAS DE GINÁSTICA

Bolado: Pessoa hipertrofiada que supostamente utilizou anabolizantes. 
Bombado: Pessoa hipertrofiada que evidentemente utilizou anabolizantes. 
Espalhar o Frango: Tirar a base de apoio de um adversário numa luta de chão.
Frango: Pessoa com pouca massa ou desenvolvimento muscular. 
Homem-Taça: Homem com relevante hipertrofia dorsal e pernas finas ou pouco desenvolvidas. 
Maria Tatame: Mulher interesseira que procura envolvimento com lutadores profissionais. 
Marombeiro: Frequentador de academia ou praticante assíduo de exercícios físicos.
Mata-Leão: Golpe de Jiu-Jitsu que provoca esganadura. 
No Shape: Em forma. 
Rasgado: Definido. 
Voadora: Chute aéreo.
Zerar a Máquina: Levantar todos os pesos de um aparelho de ginástica.